sábado, 25 de julho de 2015

O Tempo





O tempo é implacável,porém justo. Ele leva pessoas que amamos, junta e afasta pessoas, realiza sonhos e acaba com os mesmos, nos mostra verdades, nos dá ilusões e também as tira. Faz chegar coisas e faz elas irem embora. Nos traz amores eternos e nos leva grandes paixões, ele é fugaz e pode ser eterno. Assim é o tempo. Hoje meu tempo é "Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus." e o seu? Por que? Porque Deus é tremendo e disse:"Há tempo para todas as coisas" Saiba, seja qual for o tempo que está vivendo tenha certeza Deus está no comando! Zuca Moraes

sábado, 30 de maio de 2015

"Paz na Terra aos homens de boa bondade"

Hoje Deus te concede mais um ano de vida, momento de fechar um ciclo para dar lugar a outro que acaba de se iniciar. E que esse ano novo te traga bençãos sem fim. Reafirmo que a pessoa mais bonita que conheci na vida foi você e agradeço a Deus por ter permitido caminhar com você durante anos e com a esperança de continuarmos essa jornada! O momento é agora, portanto aproveite-o da melhor maneira que puder e tente ser feliz, se preciso for pague o preço tire da sua vida tudo e todos que não valem a pena, porque plagiando o Quintana e modificando uma palavra essa é a tradução do Carlos: "Todos estes que aí estão atravancando o meu caminho, eles passarão, você passarinho! " Escolhi essa foto para te fazer feliz, pois conheço o amor genuíno que há entre vocês! Deus te abençoe por deixar que eu viva da maneira que escolhi, por confiar em mim e por estar comigo cuidando do presente mais lindo que o Senho nosso Deus nos confiou pra cuidar nossa filha! Saiba estive, estou e estarei aqui para tudo que precisar como tem sido nesses 30 e poucos anos que dividimos momentos eternos. Te amo! Deus te abençoe!

domingo, 24 de maio de 2015

Amores pela eternidade afora!!!

Amor daqui a pouquinho faz um ano que Deus falou levemente com minha alma dizendo: Filha sei que pra você será dolorido, cuidou de uma das minhas filhas durante anos, mas é momento de te separar dela pela distância, pois um dia prometi que " em meu nome ela pisaria nações" lembra! O momento chegou!
Filha escrevo a você, pois acredito que até a hora da Mamis terminar a escrita você já estará comemorando um ano de casada e quero ter o prazer de relembrar algumas coisas.
Engravidei antes de me casar, foi por acaso? Não filha inverti a tabelinha para ganhar um alicerce para minha vida. A primeira vez que fui ao médico o cabra foi certeiro me dizendo que meu bebê nasceria entre 07 e 10 de setembro. A canção que escolhi para você foi Sol de Primavera do Beto Guedes e lá vai um trecho:" Quando entrar setembro/E a boa nova andar nos campos/Quero ver brotar o perdão/Onde a gente plantou/Juntos outra vez" e te embalei no meu ventre ao som dessa canção. E setembro entrou e trouxe com ele o presente mais lindo da minha vida: VOCÊ!
O tempo passou e o Toquinho gravou Aquarela onde metaforizou o começo, meio e fim da existência humana, que triste, mas certa. e dizia assim:"Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo/E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo.......Entre as nuvens vem surgindo um lindo avião rosa e grená./Tudo em volta colorindo/, com suas luzes a piscar/Basta imaginar e ele está partindo, sereno, indo,e se a gente quiser ele vai pousar." vou parar por aqui. Novamente vi em você a metáfora da canção do Toquinho. desenhei um Sol Amarelo, luz pra minha vida. Que belezinha canção difícil de aprender, mas com dois aninhos você a cantava inteirinha sem pestanejar, e eu? Só orgulho. Só que ainda faltava o que tem de mais importante nas nossas vidas, não conhecia a palavra de Deus e por não conhecer te adorava. Passou-se um tempo e conhecemos juntas o amor infinito de Deus lembra? E cantamos assim: Adorai ao Rei   Jesus Senhor do universo. Chegou sua adolescência já não te adorava mais, pois havia aprendido que adorar somente a Deus, mas conheci o amor genuíno amando você! E novamente mudei nossa canção e cantei essa canção pra você: "Eu não posso deixar que o tempo te leve jamais para longe de mim/Pois o nosso romance minha vida é tão lindo/És quem manda e desmanda nesse coração que só/Bate em razão de te amar/Daria o mundo a você se preciso.
Então  chegou o Senhor  nosso Deus e dessa vez ele trocou a canção pra você e dessa vez você cantou pra ele: " Sei que os teus olhos sempre atentos permanecem em mim e os teus ouvidos estão sensíveis para ouvir meu clamor. Posso até chorar...mas a alegria vem de manhã.  És Deus de perto e não de longe, nunca mudastes, tu és fiel. Deus de aliança, Deus de promessas, deus que não é homem pra mentir..."E você fez uma aliança com Deus e acreditou em cada promessa. E assim tem sido, tenho visto todas as promessas que Deus te fez sendo cumpridas.
E hoje quero mudar sua canção, só que dessa vez não será mais só pra você, hoje é pra você e pra você Lau que mudou a vida da minha "joia rara" tentei fazê-la feliz de todas as maneiras, mas esse não era o desejo de Deus, o desejo dele era que ela encontrasse você para que juntos começassem a trilhar um novo caminho. O caminho do amor verdadeiro, o caminho do crescimento,da cumplicidade, da esperança, da prosperidade, da herança que Deus dia desses trará para a vida de vocês meus netos. Pra você meu querido minha eterna gratidão e meu eterno amor. E quero agora cantar para os dois e a cancão diz assim:
essa quero que ouçam é para vocês de todo meu coração.  Hoje completa um ano que vejo a mudança nos olhos da Bá, que sinto o tamanho do amor que ela carrega no peito por você Lau. E vejo em você Lau uma alma abençoada que por amor faz tudo o que pode e tenho certeza talvez até o que não possa para fazer a Bazinha feliz. Deus os abençoe meus amores esse é o primeiro ano de uma vida e lembrem-se sempre e para sempre: "O QUE DEUS UNIU O HOMEM NÃO SEPARA".
Amo vocês, amo esse amor e toda a honra e glória para Deus sempre para Deus.  
Aeroporto de Cumbica 21/05/2014, muita tristeza no coração e muitas lágrimas pela separação da distância, mas louvando a Deus por sentir meu bem maior feliz,  pois estava indo ao encontro do amor da vida dela!!!
E é isso meus amores  mais um bucadinho nos abraçaremos e confirmaremos juntos essa linda história que Deus escreveu para vocês.
Termino presenteando vocês com o salmo 128: Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos./Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem./A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira à roda da tua mesa./Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor./O Senhor te abençoará desde Sião, e tu verás o bem de Jerusalém em todos os dias da tua vida./E verás os filhos de teus filhos, e a paz sobre Israel.

Deus os abençoe:
Mamis e Papis

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Para meu ANJO bom!


“Notamos o sumiço de uma flor em nosso jardim, resgataremos e regaremos, a Primavera vem e o Sol também logo verá essa flor com um sorriso cheio do Bem.”

Mô sei que eu ir para a escolinha foi plano de Deus para conhecer algumas pessoas entre elas você. Sabe desde o primeiro dia já sabia que você seria meu filho do coração. Você assim como o meu outro filho o Luís é claro são doces, falo com vocês como falo com a Bazinha. Seu carinho e preocupação comigo inunda minha alma de alegria. Deus te abençoe por esse amor voluntário que tem feito acreditar ainda mais no ser humano. Pra você um pôr-do-sol lindo todos os dias da sua vida. Te amo menino bonito e amo sua família.

Borboletas mil pra você.

Essa postagem é para apresentar aos meus amigos um dos meus filhos do coração.

Noite calma/quase primavera/ago/12

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Filtro Solar


“Nunca deixem de usar o filtro solar
Se eu pudesse dar só uma dica sobre o futuro seria esta:
usem o filtro solar!
Os benefícios a longo prazo
Do uso de filtro solar estão provados
E comprovados pela ciência
Já o resto de meus conselhos
Não tem outra base confiável
Além de minha própria experiência errante
Mas agora eu vou compartilhar
Esses conselhos com vocês...

Aproveite bem, o máximo que puder o poder e a beleza da juventude.
Ou, então, esquece...
Você nunca vai entender mesmo o poder e a beleza da juventude até que tenham se apagado...
Não se preocupe com o futuro.
Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que pré-ocupação
é tão eficaz quanto mascar chiclete
para tentar resolver uma equação de álgebra.

As encrencas de verdade da sua vida, tendem a vir de coisas que nunca passaram pela sua cabeça preocupada...
·... E te pegam no ponto fraco....
Cante.

Não seja leviano com o coração dos outros.
Não ature gente de coração leviano..
·... Não perca tempo com inveja...
A peleja é longa e, no fim,
é só você contra você mesmo...
...Guarde as antigas cartas de amor.
Jogue fora os extratos bancários velhos.
Estique-se.

Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.
As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam,
aos 22, o que queriam fazer da vida.
Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem...
·... Talvez você case, talvez não.
Talvez tenha filhos, talvez não.
Talvez se divorcie aos 40, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante.
Faça o que fizer, não se auto congratule demais, nem seja severo demais com você.
Desfrute de seu corpo, use-o de toda maneira que puder, mesmo!
Não tenha medo do seu corpo ou do que as outras pessoas possam achar dele
É o maior instrumento que você jamais vai construir.
Dance! Mesmo que não tenha aonde além de seu próprio quarto.
Leia as instruções, mesmo que não vá segui-las depois.
Não leia revistas de beleza, elas só vão fazer você se achar feio!

Dedique-se a conhecer os seus pais.
É impossível prever quando eles terão ido embora, de vez.
Seja legal com seus irmãos. Eles são a melhor ponte com o seu passado
e possivelmente quem vai sempre mesmo te apoiar no futuro.
Entenda que amigos vão e vem, mas nunca abra mão de uns poucos e bons.

Esforce-se de verdade pra diminuir as distâncias geográficas e de estilos de vida.
Porque quanto mais velho você ficar, mais você vai precisar das pessoas que conheceu quando jovem
More uma vez em Nova York, mas vá embora antes de endurecer.
More uma vez no Havaí, mas se mande antes de amolecer.
Viaje.

Aceite certas verdades inescapáveis: os preções vão subir, os políticos vão saracotear, você também vai envelhecer.
E quando isso acontecer..
Você vai fantasiar que quando era jovem os preços eram razoáveis,
Os políticos eram decentes
E as crianças respeitavam os mais velhos.
Respeite os mais velhos. E não espere que ninguém segure a sua barra.
Talvez você arrume uma boa aposentadoria privada,
Talvez case com um bom partido, mas não esqueça que um dos dois pode de repente acabar.

Não mexa demais nos cabelos, senão quando você chegar aos 40 vai aparentar 85.
Cuidado com os conselhos que comprar,
mas seja paciente com aqueles que os oferecem.
Conselho é uma forma de nostalgia.
Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo,
repintar as partes feias e reciclar tudo por mais do que vale.”

Mary Schmich – ( Fragmentos)

Talvez muitos conheçam esse texto, talvez não rsrsrs. A autora do mesmo é Mary Schmich, embora muitos acreditem ser do Bial. No texto Mary faz uma analogia entre o que é certo e o que talvez possa ser. Quando afirma da importância do filtro solar fala com propriedade de quem conhece o território cientifico e sabe que se você usar filtro solar certamente será beneficiado. Agora quando relata os acontecimentos que cada um de nós podemos experimentar deixa certa duvida do que acontecerá, afinal para sabermos se experiências darão certo temos que prová-las e essa prova pode implicar em contentamento ou decepção, mas se não nos permitir determinados experimentos nunca sabemos ou conhecemos o doce do mel ou o amargo do fel.

Quis dividir com meus amigos esse texto, pois tenho enfrentado caminhos escarpados, perdas irreparáveis, tristeza sem fim.

Ontem quando encontrei um amigo que há muito não nos víamos pude perceber o brilho de rara beleza nos olhos dele quando se deparou comigo e eu deixei que a doce magia do reencontro inundasse Minh ‘alma e chorei sentindo o sabor salgado/doce das minhas lágrimas (sabe muitos de vocês já faz algum tempo que não me veem, pois é estou bem magrinha, os cabelos o tempo tem se encarregado de tirar a tinturas, as unhas? Ah essas não carecem serem feitas, pois as comi, não tenho ouvido nenhuma das canções do Roberto que sempre me fizeram transcende o tempo e o espaço buscando uma felicidade que nunca encontrei ou talvez tenha encontrado e até hoje ainda não me dei conta, ainda não terminei de ler aquele livro que comecei há muito e que quando o peguei pela primeira vez nas mãos senti minha boca cheia d água num desejo ardente de saber o final, não tenho visitado amigos e aqueles com quem falo vez ou outra são a minoria, enfim confesso não tenho cuidado bem daquilo que de mais precioso o Senhor Deus me deu... Minha vida!) esse relato não sinaliza desesperança pelo contrário simboliza a fé que tenho em Deus e na vida, afinal estou aqui, mas voltando ao encontro com meu amigo senti que anos se passaram e não perdemos a cumplicidade, confiança, amizade, amor, respeito e a parceira que nem tempo, nem distância conseguiram tirar de nós. Talvez nos reencontremos mais vezes, talvez não. Caso não aconteça fica a ternura do abraço dado, as risadas gostosas e o carinho infinito, se sim continuaremos a escrever mais um pouquinho da nossa história. Com isso deixo aqui uma dica se permita escrever sua história mesmo que pra isso vezes você tenha que pagar um preço que não seja regado a flores, cores e sabores.

Mas no filtro solar, acredite!

Agosto, pra muitos mês de azar, pra mim mês de bênçãos/muitas luzes/mão que afagam e eu aqui agradecida a Deus por esse amor sem igual vindo dele para nossas vidas!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Idade de VIVER INTENSAMENTE!

Melhor Idade
 Tarde de terça-feira, São Paulo como sempre correndo para um rumo incerto, congestionamento, caos, São Paulo. No meio de um turbilhão de acontecimentos, uma tarde especial, inusitada, no parque da Água Branca. Um dia comum muito sol, calor, um parque com cara de fazenda, cheio de galinhas, patos, pavões... um toque diferente e agradável no meio dessa cidade muitas vezes sufocante.
Algo bonito de se ver estava acontecendo ali, no Centro de Melhor Idade. Nathália e eu assistimos - do lado de fora do Centro, através das portas e janelas - ao baile da Melhor Idade que acontece no Parque da Água Branca todas as terças e aos sábados religiosamente e dura em torno de 5 horas. Os participantes são idosos... opa, idosos?? Ah, não! Definitivamente não foi o que me pareceu! Eles estão mais jovens do que nunca e talvez com mais pique do que eu, não duvido nada!
Estavam lindos, perfumados e todos seguindo as normas da “balada” que pede traje formal, ah sim, e só pode entrar quem tiver acima de 45 anos, mas a maioria deles tinha acima de 60... foi um verdadeiro show de cores e estilos. Conversamos com algumas pessoas que contaram participar assiduamente do baile há anos.
Dona Vera (Nath não lembro o nome da velinha que você tirou foto, rs, vc lembra???), uma senhora muito elegante, andando com certa dificuldade, vagarosamente, nos contou que gostava bastante da festa, participa há muito tempo e disse que inclusive a neta dela já havia feito um trabalho lá no Centro mostrando os hábitos da nova melhor idade.... e acrescentou: `já saímos até numa revista, minha neta que colocou, e todos daqui tem essa revista`.
Seu Osvaldo, que observava o baile da janela pelo lado de fora, estava também muito bem arrumado, era novão, depois nos disse ter quase 60 anos e que gostava muito do baile, ia para se distrair, se divertir e não queria nenhuma aventura, vulgo “ficar”. Divorciado, foi casado por 35 anos e esperou os filhos crescerem para voltar a viver – teve a coragem de deixar um relacionamento que já não suspirava há tempos.
Melhor Idade... um nome que é a cara dessa geração acima de 60 anos que, na maioria dos casos, depois de ter passado uma vida com foco em criar os filhos, com foco no trabalho, não morrem por dentro, mas vivem. Estão aí para mostrar que querem fazer parte, querem se sentir bonitos, atraentes, querem beijar, dançar, paquerar, usar a internet, entender mais disso tudo que está acontecendo... certamente, eles estão mais do que nunca ONLINE!
Autora: BARTIRA GATTO

Este texto nasceu como parte de uma proposta no curso que a Bazinha frequenta atualmente. Ao ler o mesmo senti um misto de alegria e orgulho, alegria, pois atualmente embora muitos acreditem que depois de determinada idade as pessoas estão aqui somente esperando o dia da sua partida, mas a cada dia constatamos que isso é uma inverdade. Na minha época amava beijar na boca, andar de mãos dadas, rir muito junto com meu namorido, ser romântica, dançar, me sentir bonita, atraente, enfim me sentir viva e esse tempo a que me refiro é agora, é hoje, pois estou aqui e muito mais antenada do que há tempos, certamente se Deus me permitir será o meu futuro. Costumo dizer que a juventude me levou frutas saborosas, mas me presenteou com mistérios encantadores. Vezes fico pensando: como podemos acertar nossa idade mental com nossa idade cronológica? Besteira, não estou interessada em fazer esse acerto, quero sim viver o meu tempo e este é agora. Ainda hoje por esse ou aquele acontecimento me sinto uma adolescente e sinto pena de pessoas que se sentem tolhidas de serem e fazerem o que sentem prazer seja por pudor ou preocupação do que vão pensar e não se permitem serem felizes e fazerem pessoas felizes por conta de que já não estão mais na idade.

Amo me olhar no espelho e me sentir viva, bonita, cheia de projetos e planos, lembrar-se dos amores, dos cheiros, das chuvas, das cores e dos sabores que permearam e permeiam minha existência. Se tenho recaídas? Não tenham dúvidas, mas enfim, com os jovens não é diferente e acredito muito mais sofrido ainda, pois só o tempo poderá presenteá-los com a doce leveza da maturidade, já não me prendo a preocupação de agradar alguém, e quando o faço acontece espontaneamente parte do coração e não da razão. Talvez muitos lendo minha escrita até aqui devem  pensar: Mas não é tão fácil assim, verdade até porque há dias (que minha coluna é muito mais frágil que minha mente, quase não consigo me movimentar e aí chama o Ir. Marcio massagista para que ele a coloque no lugar novamente) e aquela depre que costuma chegar sorrateiramente sem prévio aviso e acaba comigo, mas de repente me sinto tal qual a Fênix renasço das cinzas e bora ser feliz e fazer alguém feliz. Quando comecei a escrever disse da minha alegria e ela se dá ao fato de ter a certeza que nosso tempo é agora e que eu com 52 anos já tenho mais uma opção pra me divertir o baile da Melhor Idade e quem me conhece tem alguma dúvida que não me divirto nesses bailes? E depois acrescentei dizendo do meu orgulho, ah esse acredito será pela eternidade afora. Orgulho do que? De quem? Orgulho de você minha princesa, dessa sua sensibilidade que vezes sinto tão a flor da pele como daquele dia que você foi observar e acabou admirando e participando das vidas de pessoas que talvez nunca mais verá, mas certamente que farão parte da sua história, pois te ensinaram e foram acarinhados e admirados por você.

Escrevendo e pensando em tudo isso comecei a pensar em mim e no Carlos, como Deus é bom permitiu que o tempo levasse algumas formas do nosso corpo, mas o brilho dos teus olhos quando está feliz continua sendo o mesmo de quando nos conhecemos, sua alegria ao ver um doce continua me contagiando e penso: mas é só um doce, da sua alegria quando está perto das pessoas que ama, da alegria de saber que vamos sair ou nos encontrar com o casal nossos fieis escudeiros (Ziu e Reinaldo) sempre juntos vezes discordando uns dos outros, vezes nos amando, mas junto, dos amigos verdadeiros que fazemos questão de estarmos sempre próximos. Por tudo isso é que te amo e que conseguimos muitas vezes uma comunicação telepática, que quero sempre te ver bem e ficar juntinho de você até sei lá quando, mas que seja por muito tempo ainda.

É Dona Bartirinha essa sua tirada me deixou muito orgulhosa, realmente estamos mais ONLINE do que nunca, portanto Melhor Idade aprenda: a nossa época é agora. Bora ser feliz.

Outono meio Inverno/2012


quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Recomeçar!

“Paralisei minha vida/Que geme guardada/Matei minha busca/Fechei minha estrada/Vou dar meia volta/Pra recomeçar.”




Um pouco antes do Natal pensei em escrever algo para os amigos, visitante e seguidores do meu blog, mas a realidade que antecede a data não me permitiu. Depois novamente me veio uma enorme vontade de escrever uma mensagem de coragem, força e fé para recebermos o ano que já estava batendo a porta, porém novamente havia afazeres e tive que priorizá-los, com isso mais uma vez sufocando minha vontade acabei outra vez não escrevendo.Por conta do dia que tive ontem resolvi escrever e compartilhar com essa galera a experiência que vivenciei hoje.Poderia fazê-la de forma metaforizada para não expor meus sentimentos, minha crença, minha verdade não absoluta e mutável, enfim etc., etc., etc., mas penso que a exposição não é nociva e a cada dia me certifico que ela não me remete a nenhum tipo de medo, sou assim e acredito que com essa atitude ensino e aprendo.

Dia complicado, decisões para tomar, projetos que precisam sair da gaveta, sonhos não realizados, cansaço físico e mental, problemas a serem solucionados e uma imensa vontade de poder livrar-me de tudo isso. E toda essa gama de afazeres tornou-se agravantes que contribuíram para eu experimentar o amargo sabor do descontentamento em minha alma e comecei a sentir uma profunda dor no meu peito e refletir sobre tudo, enfim, como tenho me preservado, olhado meu próximo, o que realmente avalio como importante, o que tenho feito pra me tornar uma pessoa melhor ou se não tenho feito. Sei que a vida e pessoas vezes são insidiosas conosco e nesses momentos chegamos a acreditar que não conseguiremos resistir.

Sozinha em casa, vontade danada de que alguém chegasse para espantar todo esse sentimento que inundava minhas entranhas. Pessoas chegaram, o telefone tocou, igualmente alguém bateu a porta, interfone tocou foi quando constatei que meu desejo era somente um subterfúgio para tentar amenizar uma dor que era minha e que teria que enfrentá-la, pois se deixasse de fazer ela me tragaria.

Pessoas vão embora, pessoas vão dormir e minha inquietação não passa, penso em escrever, mas o que? Sobre o que? E me vem à mente a importância da de ouvir uma canção, pois ela faz parte integrante das nossas vidas desde o ventre das nossas mães.

Sou saudosista viver meu presente não me impossibilita de sentir saudades, de relembrar. Concordo com afirmações de que o passado ficou para trás, mas foi ele o responsável pela pessoa que sou hoje, pois me permitiu escrever minha história e porque não, vez ou outra voltar lá. E pensando em tudo isso busquei na memória uma canção linda, triste e expressiva, mas tradução do que tenho vivenciado “Estado de fotografia”. Pois é percebi que há algum tempo tenho me sentido assim; num profundo estado de fotografia e que não posso paralisar minha vida deixando me envolver por um gemido interminável. Compreendi que além de não querer, não me cabe fechar minha estrada. Esta chave quem a possui é Deus e agradeci a ele a oportunidade de recomeçar. Este é o motivo que me pego madrugada afora escrevendo, pois sei que assim como eu existem nesse exato momento outras muitas Zuleicas e Joaquins que se encontram nesse desassossego, portanto o momento de recomeçar é agora!


Madrugada/Janeiro/2012 cheio de projetos, sonhos e realizações.